O Projeto

segunda-feira, 1 de janeiro de 2007

Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Turismo Receptivo nos municípios do Circuito Mantiqueira.


Introdução
A atividade turística é uma das principais fontes de geração de emprego e renda da atualidade, o fenômeno turístico tem a força e o potencial de desenvolvimento sustentável de localidades e territórios, desde de que planejado de forma sistemática e organizada.

Para produzir os resultados propostos na teoria da sustentabilidade, ou seja, priorizando a inclusão social, o crescimento econômico e a preservação do ambiente natural e cultural, é fundamental que as autoridades públicas e privadas entendam o fenômeno como um negócio, entretanto com uma particularidade, um negócio coletivo.

Este entendimento e compreensão são importantes e fundamentais, pois o turista utiliza e usufrui vários segmentos de negócio na localidade, ou seja, o mesmo turista que se hospeda na pousada se alimentará no restaurante e fará os passeios proporcionados pela agência de turismo receptivo local, visitará a casa do artesão local, assim todos estes empreendimentos precisam e devem estar em sintonia, pois caso um deles falhe no atendimento ou em qualquer aspecto todos serão prejudicados, visto que a visão do cliente (turista) é do todo e não em partes.

A não percepção desta questão tem ocasionado sérios problemas a destinos turísticos brasileiros, ou seja, ao invés da atividade gerar emprego e renda tem ocasionado graves problemas sociais e também ambientais, pois o turismo acontece de forma espontânea (não planejada) levando a localidade à degradação de seus recursos naturais e culturais.

No exemplo acima, quando tratamos do turismo como negócio coletivo, exemplificamos apenas quatro segmentos de negócio relacionados e impactados pelo turismo, entretanto segundo a OMT – Organização Mundial do Turismo, a atividade tem impacto direto em 52 segmentos de negócio numa localidade.
Descrição do projeto
O presente projeto trata e detalha as ações programadas e pactuadas para o ano de 2008, conforme planejamento estratégico construído juntamente com o Sebrae-SP através de metodologia GEOR – Gestão Estratégica Orientada para Resultados para o triênio 2006 – 2008, com previsão de re-planejamento estratégico para o início de 2008 (detalhamento no anexo 1).

Para tanto (construção e implementação) foi utilizado os focos estratégicos desenvolvidos pela metodologia de desenvolvimento territorial do Sebrae-SP com foco alavancador no turismo, que estrutura as ações para o desenvolvimento integrado da cadeia turística regional, são eles:
- Formatação de Produtos Turísticos, Culturais e Artesanais;
- Sensibilização e Envolvimento da Comunidade;
- Estrutura de Recepção ao Turista;
- Capacitação Técnica e Gerencial;
- Plano de Promoção e Comercialização;
- Gestão e Qualidade da Atividade Turística;
Os focos estratégicos acima estão em ordem de prioridade, prioridade esta consensada e amplamente discutida com a governança do território.
Público Alvo
Cadeia produtiva do Turismo no território compreendido pelos municípios de – Campos do Jordão, Monteiro Lobato, Pindamonhangaba, Piquete, Santo Antonio do Pinhal, São Bento do Sapucaí e São Francisco Xavier, com ênfase nas micro e pequenas empresas. Proprietários de atrativos, Artesãos, Meios de Hospedagem, Alimentação, Agencias de Turismo Receptivo, Guias e Monitores de Turismo.

Prazos
De janeiro 2008 a dezembro de 2008 – 12 meses.
É importante informar que o processo de desenvolvimento turístico não pode ser confundido com ações rápidas que proporcionam resultados imediatos, segundo especialistas no segmento o mesmo é extremamente delicado e seus resultados, via de regra, são visualizados em longo prazo. Neste sentido o prazo acima registrado é de uma parte do projeto.
Objetivos
a. Objetivo Geral
Viabilizar o Circuito Mantiqueira como instrumento para desenvolver o turismo regional, fomentar o fluxo turístico perene por meio de roteiros integrados, gerando assim maior desenvolvimento sócio-econômico, cultural e ambiental. Fortalecer a identidade turística na região com representatividade no estado e união.

b. Objetivos Específicos
- Estruturar a recepção turística dos territórios;
- Diminuir a sazonalidade turística regional;
- Aumentar o número de turistas e sua permanência na região;
- Estruturar a cadeia turística para melhor recepção;
- Profissionalizar empresários e operacionais;
- Gerar emprego e renda (Crescimento Econômico) nos territórios;
Justificativa
A principal justificativa para a realização e implantação deste projeto é a evidente vocação turística do território, potencialidade esta já explorada sem as bases estruturais e organizacionais do Turismo sustentável, o que poderá ocasionar sérios problemas futuros para as localidades, problemas estes já enfrentados por destinos onde a atividade turística aconteceu de forma espontânea.

Não obstante o grande fluxo turístico já presenciado no território que nos reflete a urgência de ações e estruturação da atividade com vistas a sustentabilidade e não a degradação.

Tal projeto se justifica pela necessidade destas regiões já conhecidas e freqüentadas e pela força da atividade turística no desenvolvimento sustentável de territórios e regiões.

Importância da participação do SEBRAE_SP
Desde abril de 2001, o Sebrae-SP Escritório Regional de Guaratinguetá tem concentrado forças para o desenvolvimento sustentável da atividade turística na região, na oportunidade através do programa PDTR – Programa de Desenvolvimento do Turismo Receptivo.

As bases do PDTR são: a participação e envolvimento da comunidade através do planejamento estratégico participativo acompanhado, ou seja, o Sebrae-SP disponibiliza ao município turístico um consultor especialista em planejamento turístico e o mesmo junto com a comunidade ou outro segmento devidamente formal, que desenvolve e executa projetos visando a organização da atividade turística local.

Nestes seis anos e meio de atuação massiva e incisiva do PDTR nas localidades, foram várias experiências que geraram know how para esta nova empreitada, até o ano de 2005 o foco era a localidade, ou seja, o município, a partir de então, o mesmo evolui, para projetos de desenvolvimento territorial, o qual tem por característica a valorização vocacional regional.


Método
Para desenvolvimento e execução dos trabalhos é utilizada a metodologia de projetos denominada Gestão Estratégica Orientada para Resultados, tal metodologia foi elaborada pelo SEBRAE-SP com intuito de potencializar forças e esforços em direção a resultados efetivos e mensuráveis.

Apesar de simples, a metodologia permite acompanhar e gerenciar as ações e resultados de forma prática e precisa, além de registrar e nomear as responsabilidades de cada parceiro envolvido no processo através de uma contratualização[1].

Os projetos estruturados na metodologia GEOR seguem o seguinte escopo:

1 – Título do Projeto
2 – Público Alvo
§ Neste tópico é necessário e imprescindível nominar o público alvo de maneira precisa, pois os mesmos serão pesquisados antes e depois do projeto, a fim de mensurarmos os resultados do mesmo.
3 – Objetivos ( Geral e Específicos)
4 – Premissas
§ Fatores externos que podem impactar de maneira negativa a execução e os resultados do projeto. Fatores que não dependem dos envolvidos.
5 – Resultados Finalísticos
§ Neste tópico registramos onde queremos chegar. Para tanto é necessário discutir: Modificação, Objeto, Dimensão e Tempo, por exemplo: Aumentar o número de turistas em 30% até 2007;
6 – Resultados Intermediários

§ Resultados que auxiliarão no alcance dos resultados finalísticos, deve conter pelo 1 Resultado Intermediário por público alvo acima selecionado.
7 – Ações
§ Para projetos em turismo geralmente as ações são os 6 focos estratégicos do PDTR acima mencionados (tópico histórico de atuação)
§ 8 – Detalhamento das Atividades
§ Registrar as atividades, responsáveis, tempo de execução e forma de execução.

Resultados Esperados

Resultado Finalístico (Geor)
- Aumentar (crescer) em 25% o número de turistas no Circuito Turístico da Mantiqueira até dezembro de 2009;

- Aumentar de 3 para 5 dias a permanência de turistas/visitantes no Circuito Mantiqueira até dezembro de 2009;
Resultados Intermediários
- Incrementar em 25% o número de refeições vendidas;
Sendo 10% até Novembro de 2008 e;
15 % até Novembro de 2009;

- Aumentar 15% da taxa de ocupação dos meios de hospedagem;
Sendo 5% até Novembro de 2008 e;
10 % até Novembro de 2009;

- Aumentar 30% o número de passeios vendidos;
Sendo 10% até Novembro de 2008 e;
20 % até Novembro de 2009;

- Aumentar 10% ao ano o número de atrativos formatados no território;
Sendo 5% até Novembro de 2008 e;
5 % até Novembro de 2009;

- Aumentar 25% o número de visitante as Casas de Artesanato Regional;
Sendo 10% até Novembro de 2008 e;
15 % até Novembro de 2009;

- Aumentar 10% o número de roteiros oferecidos nas agências de recepção;
Sendo 5% até Novembro de 2008 e;
5 % até Novembro de 2009;

Obs.: Estes resultados intermediários foram dimensionados e validados junto aos respectivos segmentos de público alvo selecionados para participação no Projeto.


Apoio, Articulação e Responsabilidades.
SEBRAE-SP
- Apoio metodológico, gestão e acompanhamento técnico, investimento financeiro e econômico nas ações;
Campos do Jordão e Região Convention & Visitors Bureau
- Proponente, Gestão e acompanhamento técnico, investimento financeiro e econômico nas ações;

Recursos Utilizados
Detalhamento realizado nas planilhas abaixo, mais precisamente nos cronogramas financeiros e econômicos de cada foco estratégico devidamente detalhado.


Plano de Divulgação
Devidamente detalhado no foco estratégico Plano de Marketing e Comercialização (cronograma físico e financeiro).

Qualificação Técnica
Do gestor do Projeto:

Nome: Roselaine Dantas do Nascimento
Formação: Comunicação Social – Jornalismo (PUCCAMP)
Tecnologia em Hotelaria – Senac Campos do Jordão
Funções/Atividades desenvolvidas:
Campos do Jordão e Região Convention & Visitors Bureau
Função: Gerente Administrativa
- Gestão, articulação e fomento ao Projeto de Desenvolvimento territorial do Circuito Mantiqueira.
- Reimplantação do escritório de Campos do Jordão e Região Convention & Visitors Bureau, que empreendeu as seguintes atividades:
- Levantamento estatístico de todas as empresas do segmento turístico de Campos do Jordão e Região, infra-estrutura hoteleira, gastronômica e convenções
- Planejamento estratégico de atuação e de inserção do destino no mercado nacional
- Captação e desenvolvimento de novos clientes
- Desenvolvimento de projetos junto ao Ministério do Turismo, EMBRATUR e Federação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux
- Gestão financeira
- Assessoria de Relacionamento junto a organizadores de eventos e empresários do setor turístico

Centro Universitário SENAC/ Campus Campos do Jordão, SENAC / Taubaté e SENAC/Águas de São Pedro
Função: Professora
- Cursos Livres, Extensão Universitário e/ou Treinamentos In Company:
Administração de Governança, Técnicas de Liderança na Governança, Camareira Técnicas de Trabalho, Aperfeiçoamento para Camareira, Administração de Recepção em Hotéis, Técnicas de Trabalho em Recepção de Hotéis, Técnicas de Reservas em Hotéis, Qualidade no Atendimento ao Hóspede, Inserção no Mercado de Trabalho Turístico, Gestão Hoteleira e Intensivo em Administração de Empresas.

Programa Educação para o Trabalho:
Marketing Pessoal e Excelência no Atendimento ao Cliente
Cursos Técnicos:
Habilitação Profissional de Técnico em Hospedagem e Habilitação Profissional de Técnico em Hotelaria.

Funções no projeto: Gerenciamento, Acompanhamento técnico, Apoio, Articulação e Controle de todas as ações descritas no mesmo;

Qualificação Técnica
§ Acompanha e contribui efetivamente no projeto a mais de 2 anos;
§ Possui experiência em gerenciamento de projeto, que foi adquirida no gerenciamento de Hotéis e no cargo de gerente do Campos do Jordão e Região CVB.

Secretários de Turismo do Circuito Mantiqueira
Conforme metodologia aplicada pelo Sebrae-SP na região, a participação e o envolvimento é parte essencial e impreterível para o sucesso do projeto, neste sentido todos os secretários de turismo estão envolvidos e comprometidos com todas as ações e atividades neste projeto registrados, neste sentido descrevo abaixo breve relato sobre os mesmos:

Secretário de Turismo do Município de Campos do Jordão
Nome: Luis da Silva Goshima
Ações desempenhadas: Operacionalização das ações do segmento de turismo na cidade de Campos do Jordão/SP, participação efetiva na estruturação da equipe de governança local e total comprometimento com as ações e resultados do projeto construído sob a metodologia Geor, aplicada pelo Sebrae-SP;


Secretário de Turismo do Município de Monteiro Lobato
Nome: Daniela de Cássia Santos
Ações desempenhadas: Operacionalização das ações do segmento de turismo na cidade de Monteiro Lobato, com destaque na organização de eventos locais, participação efetiva na estruturação da equipe de governança local e total comprometimento com as ações e resultados do projeto construído sob a metodologia GEOR, aplicada pelo SEBRAE-SP;

Secretário de Turismo do Município de Pindamonhangaba
Nome: João Bosco Nogueira
Ações desempenhadas: Operacionalização das ações do segmento de turismo na cidade de Pindamonhangaba-SP, com destaque na organização de eventos locais, participação efetiva na estruturação da equipe de governança local e total comprometimento com as ações e resultados do projeto construído sob a metodologia Geor, aplicada pelo Sebrae-SP;

Secretário de Turismo do Município de Piquete
Nome: Luciano Henrique de Souza
Ações desempenhadas: Operacionalização das ações do segmento de turismo na cidade de Piquete-SP, participação efetiva na estruturação da equipe de governança local e total comprometimento com as ações e resultados do projeto construído sob a metodologia GEOR, aplicada pelo Sebrae-SP;

Secretário de Turismo do Município de Santo Antonio do Pinhal
Nome: Fábio Aparecido Moreira
Ações desempenhadas: Operacionalização das ações do segmento de turismo na cidade de Santo Antonio do Pinhal-SP, com destaque na organização de eventos locais, participação efetiva na estruturação da equipe de governança local e total comprometimento com as ações e resultados do projeto construído sob a metodologia Geor, aplicada pelo Sebrae-SP;

Secretário de Turismo do Município de São Bento do Sapucai
Nome: Petronilha Ambrogi de Oliveira
Ações desempenhadas: Operacionalização das ações do segmento de turismo, cultura e artesanato na cidade de São Bento do Sapucai-SP, com destaque na organização de eventos locais, participação efetiva na estruturação da equipe de governança local e total comprometimento com as ações e resultados do projeto construído sob a metodologia Geor, aplicada pelo Sebrae-SP;

Secretário de Turismo do Município de São Jose dos Campos/São Francisco Xavier
Nome: Gisela Mattos Teixeira
Ações desempenhadas: Operacionalização das ações do segmento de turismo na cidade de São Jose dos Campos/São Francisco Xavier-SP, com destaque na organização de eventos locais, participação efetiva na estruturação da equipe de governança local e total comprometimento com as ações e resultados do projeto construído sob a metodologia Geor, aplicada pelo Sebrae-SP;

[1] *Termo inexistente nos dicionários brasileiros, entretanto o sentido no texto acima é um documento formal que registra as ações e responsabilidades na execução do projeto.

5 Comments:

Jorge said...

Bom dia
Gostaria de sugerir uns links para o site:
http://www.santoantoniopinhal.com.br/ http://www.multserv.com.br/camposdojordao/ http://www.multserv.com.br/saobentodosapucai/

Obrigado

Jongo de Piquete said...

Sugiro incluir os seguintes vídeos no blog:

AMANHECER NO PICO DOS MARINS
http://br.youtube.com/watch?v=FbitLtw4-u0

POR DO SOL NA MONTANHA
http://br.youtube.com/watch?v=ZzL4zQCkdGw

www.camposdojordao.inf.br said...

Visite Campos do Jordão www.camposdojorda.inf.br

Faça o Seu Roteiro de Turismo said...

Caros Amigos,

Gostaria de sugerir alguns sites interessantes com dicas de pousadas, chalés, restaurantes e serviços na Serra da Mantiqueira:
www.pousadascamposdojordao.com
www.pousadassantoantoniodopinhal.com
www.pousadassaobentodosapucai.com
www.pousadassaofranciscoxavier.com

grato
atendimento@roteirodeturismo.com.br

Faça o Seu Roteiro de Turismo said...

Festival Gastronômico do Shitake:
Visite São Francisco Xavier - SP de 6 a 29 de março de 2009 e diverta-se. São 14 restaurantes oferecendo pratos com shitake, apresentações e demonstrações de como é cultivado o shitake. Saiba mais em www.saofranciscoxavier.ning.com ou pelo telefone: (12) 3926-1833
Para saber sobre hospedagem: www.pousadassaofranciscoxavier.com
Conheça também:
www.pousadassantoantoniodopinhal.com

GRUPO DE DISCUSSÃO - CIRCUITO MANTIQUEIRA