Monteiro Lobato

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Monteiro Lobato teve início em um bairro rural, no local onde já existia uma aldeia indígena, na região denominada Buquira. Com a construção de um igreja dedicada à Nossa Senhora do Bom Sucesso, o povoado passou a Lobato, em homenagem a João Bento Monteiro Lobato que ali iniciou sua carreira literária. Torna-se vila em 1880, e cidade em 1953. Como a maior parte das cidades que não se localizavam à beira da Via Dutra, Monteiro Lobato não tornou-se um centro de atração de indústrias, mantendo características urbanísticas mais relacionadas com as atividades econômicas exercidas no município, a partir de então: a pecuária, a agricultura e o turismo.


Ficha Técnica

Data de Fundação da Cidade: 1.948
Altitude: 685m
População: 3.592 habitantes
Area Total: 332,7km2
----------------------------
Clima
• Tropical, com comportamento térmico do tipo mesotérmico brando, que engloba as superfícies mais altas do sul de Minas Gerais, da serra do Espinhaço, da Serra do Mar e da Mantiqueira.
----------------------------
Temperatura
• Predomínio de temperatura amenas durante todo o ano (a média anual varia em torno de 18 a 19 ºC)
----------------------------
Topografia
• Montanhosa

----------------------------



Principais Fatores Turísticos:
• Turismo Rural, Ecológico, Histórico-Cultural e de Aventura

----------------------------
Rodovias de Acesso:
• Rod. SP-50
• Rod. SJC 150 - Est. Vereador Pedro David

Distância das principais Capitais:
São Paulo - 132km
Rio de Janeiro - 000km
Belo Horizonte - 000km
Brasilia - 000km
Porto Alegre - 000km
Recife - 000km
Salvador - 000km
Fortaleza - 00km
Curitiba - 000km

Localização
• O município de Monteiro Lobato está inserido no Médio Vale do Paraíba

Localização da Cidade no Googlemaps:


Exibir mapa ampliado


PONTOS TURÍSTICOS

Igreja Matriz Nossa Senhora do Bonsucesso
Sua origem data de formação do povoamento de Buquira, que foi considerado freguesia em 1857, ao redor de uma capela. O alicerce foi iniciado em 1894 e reiniciado em 1906. Depois de quatro anos, as paredes estavam levantadas e iniciou-se a cobertura. Após doze anos ainda faltava o reboque. A primeira pintura externa demorou trinta anos e a matriz só ficou pronta em 1959. Em 1997, outra pintura exterior foi dada no templo, que fica no núcleo urbano do município.

Gruta de Nossa Senhora de Lourdes
Localizada em terras particulares, fica a 700 m do centro do bairro dos Souzas, no caminho que lhe toma o nome de Estrada da Gruta, à 1300m, com altitude de 1026m. A gruta é uma cavidade numa rocha, que serve de nicho para uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes, com aproximadamente 1m de altura. Ao lado, devotos colocaram duas outra imagens menores, uma delas de Nossa Senhora de Aparecida. Segundo o proprietário, o lugar foi dedicado a Nossa Senhora de Lourdes em cumprimento a uma promessa feita por um homem que, após ter sido picado por uma cobra, abrigou-se no local clamando sua recuperação.

Gruta de Nossa Senhora de Lourdes II
A gruta, um monumento artificial inaugurado no dia 01 de novembro de 1959, é uma manifestação da devoção popular à Nossa Senhora de Lourdes. O trabalho foi realizado pelo artista Francisco Ferreira Santeiro. O local é visitado por iNúmeros devotos que acendem velas e também por pessoas que buscam água na bica que jorra continuamente. Localizada no centro da cidade.

Capela de Santa Rita
Localizada no centro do bairro dos Souzas , a capela é ponto de referência para as saídas em direção as matas e cachoeiras ao norte do município e dista 7 km da sede do município. Sua construção é anterior ao ano de 1944. A festa da padroeira ocorre no mês de maio.

Sítio do Pica-Pau Amarelo
É o suporte da mais importante literatura infantil brasileira. Foi propriedade do escritor José Bento Monteiro Lobato e o local onde se inspirou para escrever a maior parte de sua obra. Localizado à 8 km do centro urbano, o sítio de 154 alqueires é atualmente propriedade de Lúcia Xavier. A Casa sede foi construída em 1880 e dispõe de 18 cômodos, está cercada por um cenário de muitos recursos naturais, como uma cachoeira e um pomar que abriga dezenas de espécies de pássaros.

Mirante das Antenas
A 874 metros de altitude, o mirante é um ponto privilegiado de observação. A partir de lá tem-se uma vista panorâmica das serras da cidade de Monteiro Lobato e vislumbra-se o Vale do Paraíba e suas aglomerações urbanas. O Mirante, dista 3,5 km do centro subindo a Estrada da Serrinha.

Cachoeirão da Usina do Rio Buquira
Nas vertentes da Mantiqueira, a rede de drenagem oferece atrativos interessantes, uma vez que dezenas de cursos d'àgua formam quedas exuberantes. As corredeiras do Rio Buquira onde funcionou até a década de 50, uma pequena usina hidrelétrica é o local onde a Prefeitura está implantando o ''Passeio Público Cachoeirão da Usina", projeto que proporcionará aos visitantes de Monteiro Lobato lazer e descanso dentro de uma Área de mais de um alqueire, às margens do Rio Ferrão, praticamente dentro da cidade. Parte é mata ciliar e parte um bosque de eucaliptos e várias piscina naturais, o local sem dúvida é um grande atrativo e o ponto mais visitado da cidade.

Cachoeira da Mata do Farias
Distante, aproximadamente 25 km, do centro de Monteiro Lobato, sendo 8 km em estrada de terra, com bom estado de conservação, a Área possui trilhas pela mata nativa e várias cachoeiras com piscinas naturais.

Outros Pontos de Interesse Turístico
• Salto dos Pretos
• Igreja de São Sebastião
• Bairro dos Souzas

1 Comment:

joserubensreno said...

Fabio,
Adorei este tipo de informacao. O nome correto do Municipio e MONTEIRO LOBATO e nao Moteiro. Favor corrigir.
Acho que as distancias das capitais tem que ser preenchidas por cada um dos representantes das cidades, certo?
Um abraco,
JRubens

GRUPO DE DISCUSSÃO - CIRCUITO MANTIQUEIRA